domingo, 18 de dezembro de 2011

de regressos...


Mergulho as mãos na areia
(o tempo é uma gota de água)

As palavras escorregam nos meus dedos
(o tempo é um castelo de memórias)

sabem a sal, já reparaste?

2 comentários:

  1. sabem a vida
    sabem ao ar que respiras
    sabem a beijos
    sabem ao fogo que sentes
    sabem a mel
    sabem ao amor que rebenta

    ResponderEliminar